9 de dezembro de 2009

18 anos, 20 histórias

ECA, funduras e detalhes na peleja por dignidade


"Não é propriamente um livro de literatura, mas dedilha estórias doces e escabrosas, casos de urgência e de sonhar, em ocas, malocas e cozinhas das beiradas de SP. De uma juventude que inventa um relaxo ou que corre na pesaria de ainda esperancear.
A parte final do livro traz ensaios e reflexões de 39 ativistas e de pesquisadores que pelejam, entrelaçando as estórias da rapaziada às questões de direitos indígenas, racismo, saúde, educação, transporte, lazer e outras águas espirituais de bacia sem fundo".
Edições Toró –Morro do Mineiro/Taboão da Serra/SP




O CEDECA Interlagos - Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente é uma organização localizada no extremo sul de São Paulo, que tem na sua missão a defesa e garantia dos direitos humanos da criança e adolescente.
Neste sentido, no fim do ano de 2008, percebemos a necessidade de falar de direitos humanos de forma real, simples e acessível, assim como se vive no caminhar do dia-a-dia. Concluímos que o único ponto de partida possível é a vida.
De que modo traduzir a vida?
18 jovens contam suas histórias de vida, 18 jovens que nasceram no ano de 1990, 18 jovens que completaram 18 anos no mês de julho, 18 anos de novos projetos políticos da infância.
A cada voz foi sendo construída essa história...
Realizaremos neste mês de dezembro, três lançamentos:
* Amanhã, na Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, em Brasília, no dia 09
* No dia 14, de noitinha, no Sarau do Binho, em um extremo sul da zona sul de São Paulo, com mesa de debates Histórias de Vida e Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes
* No dia 22, de noitinha, no CEDECA Interlagos, em outro extremo sul da zona sul de São Paulo.
Contamos com a presença de cada companheiro que constroi na caminhada a história do dia-a-dia,

Abraços fraternos,

Um comentário:

Cedeca Interlagos disse...

Hoje, após muitas tranças formadas chega da gráfica. Mutirão pra dar o toque artesanal bolado com a Edições Toró. Bora colar fitilhos verde amarelos entrecobrindo o olho do jovem que mira o leitor da capa. E mais o sisal e mais isso, mais aquilo. O Cultiva também chega pra apoiar nesse momento e lá vamos nós... Até meio dia tudo pronto pra voarem até a terra do planalto... entra na pauta da Conferência Nacional dos Direitos da Criança e Adolescente, as histórias de cada adolescente...